Madeiras

July 10, 2017

 

Porta. Cadeira. Piso. Viga. Assoalho. Mesa. São as principais coisas que vêm na cabeça das pessoas quando se fala em madeira. Para nós na Ripa, madeira não é só isso. Vimos um potencial que vai além do convencional.

 

Esse insight se deu depois que percebemos quanta madeira era é descartada dentro dos laboratórios das faculdades, das marcenarias e de oficinas de design. Hoje, contamos com alguns parceiros e amigos que nos doam essa matéria prima para confeccionamos nossas peças. Foi pensando no desperdício que resolvemos que criar as joias a partir de madeira descartada - o famoso upcycling. Buscamos, assim, ressignificar esse material.

 

A Ripa foi criada em pleno semestre da faculdade. E foi nesse momento que começamos a conhecer melhor o universo das madeiras. Quando recebemos as primeiras doações usamos a xiloteca criada pelo Calixto para classificar / segmentar. Com o tempo e o manuseio, passamos a perceber certas características, cheiros. E conhecemos outras espécies, quando vimos estávamos apaixonados por esse material.

 

Cada madeira é diferente da outra, tem suas próprias características, seus veios, tonalidades, densidades, seus nós, seus discos de crescimento. Mesmo sendo da mesma espécie ou até mesmo vindo de um mesmo pedaço, cada parte é completamente diferente da outra. Percebemos que algumas madeiras eram melhores para lixar, outras para cortar, umas eram mais macias e mais fáceis de serem esculpidas.

 

 

 

Hoje, trabalhamos principalmente com 6 tipos de madeiras: Pinho de Riga, Peroba Rosa, Maçaranduba, Roxinho, Angelim Coco e Jequitibá. Mas cada vez que recebemos essa matéria prima doada, conseguimos fazer peças com outras espécies como, por exemplo, Imbuia, Muiracatiara, Muirapiranga, Pau Brasil, Peroba do campo entre outras.  

 

Ao pensar nesse universo, é difícil escolher qual madeira que gostamos mais. Talvez seja o jacarandá pela sua raridade e tonalidade. Ou o Pinho de Riga pelos seus veios e por seu cheiro - que para mim é mentolado. Dependendo pode ser um dos tipos de jequitibá que é cintilante. Mas pode ser o Pau Brasil por seu vermelho intenso. Cada uma é única. Mesmo com tanta diversidade são todas lindas.


Queríamos agradecer a todos que já nos deram madeira. E se você é designer e trabalha com madeiras diferentes e quer doar os restos de sua produção, entre em contato conosco pelo contato@estudioripa.com.br

 

 

Please reload

  • Facebook
  • Pinterest
  • Instagram

Transformando natureza em joia 

PARA APROXIMAR O HOMEM DA NATUREZA

Mídia | Eventos  | Manutenção e Dicas | Prazos de produção e de Envio |